Blog

Aceita Pix? Deveria!

Ele chegou há pouco tempo, mas já conquistou o coração e a carteira dos brasileiros. O Pix é a nova forma de pagamento queridinha e quem ainda não se adaptou a ela está perdendo tempo e dinheiro. Se você ainda não aceita Pix em sua loja e está precisando de motivos para ser convencido, segue a leitura porque aqui vão alguns.

Aceita Pix? Deveria!

Os consumidores pedem por isso!
Em pesquisa realizada pelo Capterra, entre 12 e 18 de maio, com mais de mil consumidores, 86% declarou que prefere ter mais opções de pagamentos em lojas físicas. No entanto, menos da metade dos entrevistados consideram alta a adesão ao Pix nas lojas em que costumam comprar.

A operação domina as redes sociais
Segundo o levantamento da consultoria global Elife, o meio de pagamento mais utilizado no Twitter, Instagram e Facebook é o Pix. Entre os dias 14 e 24 de junho de 2021 foram mais de 112 mil menções à operação.

2º lugar na preferência dos brasileiros
De acordo com uma pesquisa da Fiserv, divulgada exclusivamente pela CNN, o Pix é o segundo meio de pagamento preferido pelos brasileiros, está atrás apenas dos cartões de débito e crédito.

O mais confiável
A mesma pesquisa da Fiserv ainda aponta que a operação é tida como a mais confiável pelos brasileiros, conquistando 66% dos entrevistados.

Mais prático e mais rápido
O estudo do Capterra também revelou que, das pessoas que optam pelo Pix para pagamento em lojas digitais, 38% destaca a praticidade e 32% a rapidez.

Mais de 274 milhões de chaves ativas
De acordo com o Banco Central, até o final do mês de junho deste ano, o Pix registrou mais de 274 milhões de chaves ativas. O serviço está disponível em 760 instituições bancárias, funciona 24 horas e tem 88,5 milhões de pessoas registrando movimentações diariamente. Desde a implantação até 30 de junho, o Pix movimentou mais de R$ 1 trilhão.

Tem mais vindo por aí
O Banco Central prometeu o lançamento de novos serviços via Pix ainda neste semestre. Entre as novidades estão o Pix Saque, Pix Troco e Pix Offline. Os serviços de saque e troco visam facilitar a troca do dinheiro digital por espécie em estabelecimentos que não tenham caixas eletrônicos, já a funcionalidade offline era uma das mais esperadas pelos consumidores e permitirá que a transação seja realizada mesmo sem conexão.

Acesse www.serverinfo.com.br e fique por dentro das novidades.

02 de Agosto de 2021

Compartilhar

Nosso site utiliza cookies para criar uma melhor experiência de navegação para você. saiba mais

Ok